17.9 C
Caldas Novas
segunda-feira, 10 maio, 2021

Projeto de conciliação e mediação de conflitos de vendas de produtos turísticos é inaugurado em Olímpia

Processos judiciais sobre compra e venda de multipropriedades, ingressos, hospedagens, pacotes de viagens, passeios, transportes, entre outros, poderão ser resolvidos rapidamente em Olímpia

O relacionamento entre empresas e clientes é complexo, pode ser tanto uma lua de mel, com o cliente super satisfeito com as experiências oferecidas pela empresa, ou desastroso, com clientes insatisfeitos e movendo processos judiciais. Como Olímpia/SP vem crescendo exponencialmente no mercado turístico brasileiro, com mais turistas visitando o destino e mais produtos sendo ofertados: parques aquáticos, hospedagens, multipropriedades, pacotes turísticos, passeios, etc; também vieram mais judicializações de questões envolvendo compra e venda de produtos.

Para agilizar esses processos, que muitas vezes são questões simples, e não abarrotar o Judiciário com processos longos e onerosos, o trade turístico e o Poder Judiciário de Olímpia lançaram a inciativa inédita Cejusc Amigo do Turismo, que foi inaugurado oficialmente na tarde de hoje, 30/04, em solenidade virtual.

A partir de agora, qualquer tipo de questão envolvendo compra e venda de ingressos, pacotes de viagens, hospedagens, transportes, multipropriedade, contratos em geral, direito do consumidor, e outras questões que envolvam o trade turístico em Olímpia será, desde que não exista processo em andamento, resolvido rapidamente pelo Cejusc Amigo do Turismo.

Idealizado pela juíza Maria Heloisa Nogueira Ribeiro Machado Soares, coordenadora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Comarca de Olímpia (CEJUSC), e o advogado do complexo Hot Beach, Otávio Santos, o Cejusc Amigos do Turismo nasceu da necessidade de resolver com mais agilidade processos judiciais, que se avolumavam no Judiciário, contanto com o apoio do prefeito da cidade Fernando Cunha e do desembargador José Carlos Ferreira Alves, coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.

Curtiu? Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Os 7 pecados capitais do timeshare

Neste artigo, Ricard Massó, fundador da IMG International, lista alguns erros que profissionais de timeshare cometem em suas apresentações No mercado do timeshare, existem alguns...

Sauípe Premium Brisa é nomeado como um dos 10 melhores resorts do Brasil

Em ranking elaborado por blog de viagens, o Sauípe Premium Brisa foi avaliado nas categorias conforto e lazer, custo-benefício e gastronomia O Sauípe Premium Brisa,...

Liberhaus apresenta hotel boutique de multipropriedade Poehma Lago Negro, em Gramado

Empresa passou por um reposicionamento da marca e conta com campanha junto ao poeta e influenciador Bráulio Bessa  A Ame Brasil Empreendimentos, desenvolvedora do hotel...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

×