24.5 C
Caldas Novas
terça-feira, 24 novembro, 2020

ADIT Share 2019: Diminuir o fluxo de caixa negativo para projetos de timeshare e multipropriedade é tema de palestra

Uma das grandes dúvidas e hesitações em empreendedores ao investir em empreendimentos de turismo compartilhado é o fluxo de caixa negativo, ou seja, mesmo com um volume alto de vendas, as receitas demoram a entrar no caixa do empresário. Para tratar deste assunto no ADIT Share 2019, com a palestra ‘’ Fluxo de caixa negativo: minimizar a exposição de caixa a ponto dela não existir’’, a ADIT Brasil convidou o diretor comercial da New Time, João Paulo Mansano.
 O ADIT Share é principal seminário para o mercado de timeshare e multipropriedade e acontece nos dias 06, 07 e 08 de junho, em Foz do Iguaçu/PR.
‘’Por que o fluxo de caixa negativo acontece?’’, indagou João Paulo no início da palestra. ‘’Parte dos custos ocorre no mês subsequente à venda, já o recebimento da entrada ocorre de forma parcelada’’, disse.
Ele explicou que na venda de alto impacto, que é utilizada em operações de timeshare e multipropriedade, não há programação para desembolso da entrada e é um produto, na maioria das vezes, destinado a classe média, em que a parcela é mais importante que o valor do produto. ‘’Não é um produto de primeira necessidade, não é uma prioridade para as famílias, há pouca cultura de programação de férias no país’’.
Entre as ações para minimizar o fluxo de caixa negativo destacados pelo diretor da New Time estão: escolher mercados com demanda reprimida de lançamentos ou sem lançamentos imobiliários há algum tempo; mercado com atração de turistas com poder aquisitivo mais elevado; campanhas de incentivo para entradas e vendas à vista, com incentivo para equipe e comprador.
João Paulo salientou que enrijecer a forma de pagamento para os consumidores como tentativa de minimizar o fluxo negativo de caixa tem efeito contrário, pois gera outros problemas. ‘’Diminuição da eficiência de vendas, baixo número de casais em sala em razão do perfil necessário, turn over da equipe (começa a perder captadores de clientes e vendedores), ameaça de concorrentes e aumento do índice de cancelamento (pré e pós 7 dias)’’.
‘’É determinante que tenha sido feito o estudo de viabilidade para determinar a quantidade de capital para suportar esse fluxo de caixa negativo. Caso o incorporador não esteja preparado para suportar esse fluxo negativo, deve procurar um parceiro investidor, ou uma securitização, se o projeto já está em andamento’’, finalizou.

  • A Revista Turismo Compartilhado cobre o ADIT Share a convite da ADIT Brasil

Curtiu? Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Desemprego no Brasil??? Falta mão de obra para segmento de propriedade compartilhada

Empresas deste mercado continuam gerando empregos mesmo durante crise da pandemia Fábio Mendonça Na contramão da economia do país, a propriedade compartilhada, segmento do turismo...

RCI confirma realização do Top Seller Event 2020

Totalmente online, pela primeira vez, evento será realizado em agenda integrada com o LASOS 2020 Dois eventos importantes da América Latina para a Indústria...

#CASE inicia fase de comercialização do Modevie Boutique Hotel

Além de iniciar vendas das multipropriedades, a empresa anuncia vagas de empregos para Gramado A partir da segunda quinzena de novembro, o Modevie Boutique Hotel,...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

×