19.6 C
Caldas Novas
terça-feira, 24 novembro, 2020

Em meio à crise do coronavírus, empresário investe R$ 500 milhões em complexo turístico

Desenvolvedor do Acqualinda detalha projeto turístico
Com parque aquático, resort hoteleiro e multipropriedade, Andradina no interior do estado de São Paulo, terá um grande complexo turístico com investimento de R$ 500 milhões. O empresário Mário Celso Lopes, desenvolvedor do projeto, conta mais alguns detalhes sobre o complexo.
 
O Acqualinda será um parque aquático temático com atrações como: piscina de ondas, o maior rio lento, uma montanha russa aquática com 380 metros e um vulcão de 46 metros. Anexo ao parque, será desenvolvido os complexos de resorts no sistema de multipropriedade, o Acqua Resort com capacidade para dois mil hóspedes e a Rivieras do Gran Lagoon, com dois mil apartamentos e capacidade para 12 mil hóspedes ou moradores. Uma quarta etapa terá uma Vila Asiática em palafitas. A ideia é integrar a estadia no resort com entrada para o parque. Para a comercialização destes empreendimentos, os netos do empresário fundaram a empresa 4 Elos.
 
Neste momento de pandemia, com as economias mundiais encolhendo, como tem sido manter um investimento tão grande?
Apenas dinheiro não constrói. É preciso acreditar. E eu acordo todos os dias e acredito ainda mais. Vou ao pátio de obras todos os dias, participo da concepção, faço alterações. Não paramos de trabalhar nem um só dia, pois temos confiança em nosso projeto e acreditamos que o turismo interno irá se fortalecer no cenário pós-pandemia e vai estar pronto para as pessoas no tempo certo. Todos querem viajar. Principalmente depois de tantos dias dentro de casa.
 
Qual será o impacto deste projeto para a cidade e a região quando estiver em funcionamento?
Em tudo o que já fiz na vida nunca escondi o desejo de ver Andradina prosperar. É nesta cidade que construí minha primeira casa, onde eu moro até hoje enão pretendo me mudar, é a cidade que escolhi para criar minha família.
O Acqualinda hoje é o maior empreendimento do Estado de São Paulo de fundo particular (aproximadamente R$ 500 milhões). Em um momento onde há muita retração de investimentos continuamos investindo em sua criação e temos noção de sua importância, não só para Andradina, mas como para toda a região. Trabalhamos com profissionais que já estiveram envolvidos desde a concepção de outros grandes empreendimentos do gênero, e todos trazem a mesma narrativa sobre como será a cidade após a inauguração do empreendimento. A expectativa é que o empreendimento possa gerar 2 mil empregos diretos e indiretos no parque em si. Agora, em se tratando de toda a cidade a soma é imensurável.

Curtiu? Compartilhe!

Notícias Relacionadas

Nova low cost brasileira deve operar voos regionais no país

Nella Linhas Aéreas pretende atuar em regiões não alcançadas pela malha tradicional e deve começar a voar no primeiro semestre de 2021Mais uma empresa...

Paraíba atraí investidores que lançam resorts e parque temático

Com investimentos em torno de R$ 600 milhões, estado ganhará dois empreendimentos hoteleiros de alto padrão e um parque temático de Surf Foram lançados na...

O desafio do funding para multipropriedade no pós-covid-19

Gerar confiança e interesse para investidores, no mercado financeiro nacional e internacional, sempre foi um dos objetivos da multipropriedade. Agora com a crise gerada...

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

×