Documento deve nortear ações do ministério para o desenvolvimento do setor

Como mais uma ação de comprometimento e esforço dos servidores e colaboradores, o Ministério do Turismo foi a primeira Pasta do governo federal a entregar o planejamento estratégico para os próximos três anos. A proposta foi apresentada, nesta quarta-feira (27.05), para o ministro Marcelo Álvaro Antônio, durante reunião do Comitê de Governança do órgão. Entre os itens que compõem o projeto foram destacados 24 iniciativas que devem ser priorizadas no próximo triênio, como o Investe Turismo, turismo náutico e o Revive Brasil.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destacou a importância desse planejamento para a retomada do setor no pós-pandemia. “Se conseguimos ser o primeiro a apresentar este plano, considero que temos todas as ferramentas necessárias para sermos o primeiro a entregar o planejamento da retomada. Isso mostra a eficiência do ministério e o comprometimento de quem aqui trabalha. Queria agradecer o trabalho de excelência da equipe que esteve à frente desse projeto”, destacou.

Desde o ano passado, o Ministério do Turismo vem trabalhando para o desenvolvimento desse trabalho observando, entre outras necessidades, o fortalecimento do turismo nacional de forma competitiva e sustentável e em ser referência em políticas públicas inovadoras para o setor. O documento também traz algumas prioridades a curto e longo prazo como a manutenção/recuperação do emprego e renda, agregar valor e sustentabilidade à atividade turística, bem como o fortalecimento de negócios em novas bases.

A implementação do Planejamento Estratégico será acompanhada por um sistema de monitoramento e avaliação. Essas duas atividades permitem a revisão da estratégia a qualquer tempo diante de sucessos, falhas e necessidade de ajustes. A avaliação é uma etapa prevista no processo do Planejamento e é fundamental para manter a estratégia viva na organização, uma vez que permite que ela se adapte às mudanças ambientais.

Fonte: Ministério do Turismo