Novas estratégias, vendas online, objeções, como emocionar os clientes, foram alguns dos assuntos abordados pelos painelistas

O segundo dia do Meeting Geral Digital tratou do tema Vendas para multipropriedade e timeshare no atual cenário de crise e no pós-pandemia. Organizado pela Turismo Compartilhado, o Meeting Geral Digital acontece nos dias 20, 21 e 22 de abril no canal do Youtube da empresa. O evento teve um total de 1.300 participantes, com picos simultâneos de quase 250 pessoas.

Para este segundo dia, para discutir sobre novas estratégias, modalidades, objeções, vendas pela internet, formas de emocionar os clientes pós-pandemia e novas oportunidades para os profissionais das salas de vendas, o Meeting Geral Digital contou com a participação de Marco Vargas, Kendgy Amano, da ASC Consultoria, Sidney Machado, da Live Better Brasil, Pedro Monfort, da WAM e UniWAM, e Vinícius de Sá Barboza, da Propriedades Compartilhadas.

Marco Vargas apontou que algumas empresas do segmento não deverão suportar este período, mas a indústria de tempo compartilhado irá se recuperar. Ele citou várias crises econômicas mundiais com impactos fortes na indústria do turismo, mas em todas elas o segmento de tempo compartilhado cresceu.  ‘’O que mudou nestes momentos? A argumentação. O que aprendemos nestes períodos foram novas argumentações’’, afirmou ele, que enfatizou que as empresas deverão aumentar o fluxo de treinamentos, capacitações profissionais e criar mais engajamentos das equipes.

De acordo com Pedro Monfort, a pandemia fará as empresas desenvolverem novos produtos, mais vantajosos e completos, seguindo a economia do momento, de como a crise irá influenciar as viagens e lazer. ‘’É um momento de reinvenção. A sala de vendas vai permanecer, com um certo tempo de retorno ao tínhamos em um passado recente, mas com um novo normal. O retorno das atividades vai ser gradativo, as pessoas que encontraremos nas salas de vendas estarão temerosas com a economia e doença, eles irão reaprender a viajar’’.

Para Kendgy Amano, as operações comerciais encontrarão na retomada do segmento clientes mais preocupados com a família e em aproveitar melhor os bons momentos da vida, se importando menos com valores, preços e investimentos. ‘’A ideia será de vender emoção e bons momentos, o consultor terá que trabalhar mais a lado emocional’’.

Está visão também é compartilhada por Sidney Machado. ‘O ser humano vai virar a chave, quando ele entrar dentro de uma sala de vendas, o emocional vai contar mais, pois os clientes ficaram meses dentro de casa com medo de morrer, devemos transformar os convidados em acumuladores de lembranças, devemos abrir os olhos e mostrar os momentos que as férias podem proporcionar’’, disse ele, que lembrou que o fator financeiro também será uma objeção, mas ainda o lado emocional falará mais forte. ‘’Não podemos ter uma crença limitante que o cliente não tem dinheiro’’.

Para Vinícius de Sá Barboza, que já trabalha com vendas de multipropriedades 100% pela internet, e apontou que o comércio digital para tempo compartilhado cresceu muito desde o início da quarentena, a pandemia irá influenciar a forma da sociedade consumir e, pelo menos no início da retomada, as salas de vendas irão sentir muito. ‘’Pois ainda terá o efeito psicológico de viajar’’.

Em breve a Turismo Compartilhado disponibilizará os vídeos completos do Meeting Geral Digital.

Para assistir o evento clique AQUI

Serviço

Meeting Geral Digital

Data: 20, 21, 22/04

Horário: das 18h às 20h

Valor: Gratuito

Acesso: Meeting Geral Digital