Empresa optou por evitar desgastes com retenção de carteira de recebíveis ou disputas judiciais com clientes inadimplentes, ao mesmo tempo que valorizou mais os empreendimentos Hark Rock Hotels

Com a crise instalada devido a pandemia do novo coronavírus o segmento de multipropriedade imobiliária entrou em alerta, com muitos clientes que adquriram as frações imobiliárias solicitando renegociações ou cancelamentos. A VCI (Venture Capital Investimentos), empresa desenvolvedora dos empreendimentos Hard Rock Hotel no Brasil, tomou uma decisão ousada e se antecipou aos distratos, investindo R$ 18 milhões na recompra de frações de clientes que poderiam pedir cancelamentos.

Com dois Hard Rock Hotels já lançados e em fase de comercialização, o Hard Rock Hotel Fortaleza e o Hard Rock Hotel Ilha do Sol, no Paraná, a VCI atingiu a marca de R$ 600 milhões de frações vendidas nos dois empreendimentos.

Segundo o presidente da VCI, Samuel Sicchierolli, a empresa optou por comprar as frações de volta para evitar disputas judiciais com os clientes. ‘’Nós mapeamos os clientes que já estavam com quatro ou cinco parcelas em atraso e sugerimos que ele fizesse um acordo para distratar o contrato’’.

Com o investimento de R$ 18 milhões, a VCI comprou novamente mais de 1.000 frações do Hard Rock Hotel podendo colocá-las novamente à venda, além de evitar a desvalorização das cotas dos outros proprietários.

“Evidente que isso só foi possível porque boa parte das unidades do empreendimento hoteleiro de Fortaleza já estavam 95% comercializadas, havia recursos no caixa e em paralelo uma demanda reprimida de novos clientes. A companhia desembolsou pouco mais de R$ 18 milhões e recuperou um estoque superior a R$ 200 milhões, que teve valorização expressiva no período”, explica Samuel Sicchierolli.