O novo posicionamento da entidade é resultado de uma construção conjunta entre os representantes dos resorts associados, com participação especial do conselho consultivo formado por investidores, diretores de operação e diretores comerciais dos resorts associados

O ano de 2020 começou com novas diretrizes de posicionamento da Resorts Brasil. A atual gestão que assume para o biênio 20/21 aposta em ampliar o escopo de trabalho da associação, intensificar a interação com o associado na condução dos projetos e fomentar iniciativas de pesquisas. Além de dar continuidade na missão de engajar as demais entidades na defesa dos interesses do setor de maneira unificada.

Hoje a associação responde por 56 resorts, presentes em todas as regiões do Brasil e pretende ampliar o número de associados. A Resorts Brasil, que a partir de 2020 deixa o nome de Associação Brasileira de Resorts, tem à frente do Conselho Diretivo o presidente Sérgio Souza, e os vice-presidentes, Carlos Jacobina (VP Financeiro), Rodrigo Napoli (VP Comercial) e Munir José Calaça (VP Relações Institucionais). Ao lado deles, a Equipe Executiva fica a cargo da presidente executiva Ana Biselli Aidar, que conta com o apoio de Aline Curti, Bruna Andolfato e Juliana Machado Noguera.

Como novidade, foi ativado o Conselho Consultivo da associação que está apoiado em Sérgio Souza, como presidente, e tem como seus conselheiros Antonio Dias (Royal Palm Hotels & Resorts), João Carlos Pollak (Sofitel Jequitimar Guarujá), José Ozanir (Bourbon Atibaia Convention & Spa Resort), Marcelo Picka Van Roey (Grande Hotel Senac), Maria Helena Santana (Tivoli Ecoresort Praia do Forte), Ricardo Gouveia (Malai Manso Resort Iate Convention & Spa), Rubens Régis (Costão do Santinho Resort, Golf & Spa) e Thiago Borges (Vale Suíço Resort).

A primeira tarefa do conselho consultivo foi de suporte ao desenvolvimento do novo posicionamento estratégico da Resorts Brasil. “A atuação do conselho consultivo neste momento foi fundamental, uma vez que buscamos gerar valor para os diversos stakeholders ligados ao segmento de resorts. Promover o diálogo entre investidores, executivos da área operacional e da área comercial contribuiu para encontrar o novo posicionamento da Resorts Brasil”, explica Sérgio Souza, presidente do Conselho.

É importante frisar que a composição do conselho consultivo buscou contemplar representantes dos diversos perfis de resorts associados, levando em consideração características como localização (praia e campo, e regiões do país); porte (pequeno, médio e grande); modelos de gestão (independente, rede nacional e rede internacional) e público-alvo (lazer e eventos). “Essa diversidade de representantes enriquecerá o diálogo e proporcionara reflexões relevantes, contribuindo para o crescimento da associação e o desenvolvimento do segmento de resorts”, ressalta o presidente.

Como resultado deste primeiro trabalho da nova diretoria em conjunto com o conselho consultivo, nasce a nova diretriz de atuação da Resorts Brasil. Formando a palavra RESORT, a associação criou três eixos para nortear a forma de trabalho (EIXO RE, EIXO SO e EIXO RT). Para o Eixo RE, Representar e Engajar, o objetivo é consolidar as demandas do setor hoteleiro e, possivelmente do turismo, e com isso propor novos olhares e soluções para essas solicitações em conjunto com as demais entidades.

Para o Eixo SO, Sensibilizar o Olhar, a ação principal é destacar a importância do segmento de resorts e seu impacto nas localidades, por meio de estudos e ações. E finalmente para o Eixo RT, Refletir para Transformar, pretende-se auxiliar os associados na transformação de sua atuação, ao debater as novas tendências e soluções disponíveis no mercado.

“A receita para alcançar os objetivos dos três eixos propostos tem como ingrediente principal o forte engajamento dos associados”, destaca Ana Biselli Aidar, presidente executiva da associação. Nesse sentido, foram criados diversos grupos de trabalho (GTs) que buscam intensificar o diálogo e a atuação dos associados na evolução dos temas selecionados como primordiais no ano de 2020.

Cada grupo é composto por aproximadamente seis executivos de resorts associados, que com suas visões de negócios e experiência, serão os responsáveis em conjunto com a equipe da Resorts Brasil pela condução dos temas selecionados. Os GTs 2020 englobam cassinos; reforma tributária; inteligência de mercado e transformação digital; sustentabilidade; atração e retenção de mão de obra; lazer; mercado internacional e MICE.

“Os GTs foram lançados aos associados no mês de fevereiro e percebemos uma forte mobilização por parte dos associados para fazer parte do projeto e no levantamento de ideias, o que nos deixa satisfeitos e entusiasmados para perseguir os objetivos estabelecidos nos Eixos RE, SO, RT”, comenta Ana Biselli Aidar.

Fonte: HATSUR – Comunicação Integrada