Com investimento de R$ 12 milhões, Metropolitan Park, do Grupo CTC,
homenageará quatro famosas cidades do mundo

A consultoria e comercializadora BRShare, especialista em desenvolvimento de parques aquáticos e temáticos iniciou em dezembro a comercialização do novo Metropolitan Park, em Caldas Novas – GO, propriedade do grupo Caldas Termas Clube (CTC), que tem mais de 50 anos de experiência em lazer e hotelaria no Centro-Oeste.


Toda a concepção do novo modelo de negócio, tematização, estudos diversos, escolha de atrações etc, contou com a equipe da consultoria e comercializadora, que vem se especializando no segmento de parques há 7 anos, com atuação em diversas regiões do país. De acordo com seus diretores, o setor de parques está aquecido e tem se mostrado um grande alavancador para seus projetos de Time Share e Multipropriedade, core business da empresa há tantos anos.


Os diretores da BRShare, Cássio Nardon, Cristiano Fiuza e Thiago Martins, explicam mais sobre esse lançamento:

Vocês citaram que este será o primeiro parque aquático temático de Caldas Novas, quais serão as novidades em termos de atrações temáticas?
Cássio Nardon – Nas reuniões iniciais, voltadas à concepção do negócio, sugerimos que o novo parque trouxesse um diferencial após todo o processo de retrofit. Depois de várias análises, decidimos que o nome Metropolitan Park já nos indicava o caminho a percorrer. Assim, chegamos ao projeto de 4 etapas, todas homenageando grandes metrópoles mundiais. As 4 áreas temáticas serão: Paris, Nova York, Londres e Amsterdã. As atrações serão tematizadas conforme os ícones, história, referência e gastronomia de cada uma desses grandes metrópoles mundiais.

Qual o papel da BRShare no desenvolvimento do projeto do novo parque aquático?
Cássio Nardon – Devido à nossa grande parceria de sucesso com o grupo CTC (8 anos), que iniciou no final de 2011 com a implantação e comercialização do CTC Travel, produto de Time Share/Vacation Club, vimos a oportunidade de criar um novo projeto para ampliar ainda mais essa parceria. Assim iniciamos os estudos, análises, viabilidade, criação de produtos etc e apresentamos à diretoria do grupo CTC, que se mostrou totalmente aberta e disposta a investir nesse novo projeto.
Thiago Martins – A BRShare foi responsável por toda fase de concepção, implantação comercial, comercialização e iremos até a entrega do novo parque. Estamos em todas as áreas do projeto, auxiliando e buscando as melhores práticas para que alcancemos as expectativas de todos.

Qual será a relação entre o novo parque e o CTC Travel?
Cássio Nardon – O novo parque trará atrativos para todas as idades, como a piscina termal de ondas, rio lento, área baby e área kids, conjuntos de toboáguas radicais, abertos e fechados, com e sem boias, espaços gastronômicos tematizados, com cardápios variados e inéditos na região, entre outros, tudo em meio a grandes obras como a Torre Eiffel, Estátua da Liberdade, um Big Ben dentro do rio lento, onde os usuários passarão por dentro dele, um belo moinho holandês e muito mais. Com isso o aumento de usuários day-users será automático e assim, teremos ainda mais possíveis clientes para o programa de férias CTC Travel.
Thiago Martins – O novo Metropolitan Park vem agregar ainda mais valor no nosso produto CTC Travel, nossa equipe comercial está animada e agora com uma linda nova sala, em frente ao hotel.

Qual será a relação entre este novo parque e os hóspedes e os antigos sócios do CTC?
Cristiano Fiuza – Os hóspedes do hotel CTC e dos flats administrados terão acesso total às novas áreas, agregando mais valor às suas diárias pagas. Os sócios do CTC são fonte de grande orgulho, pois é em função deles que tudo tem sido pensado, procurando trazer sempre novidades e novas atrações para o desfrute dos mesmos.
Cássio Nardon – O CTC tem grande credibilidade na região e vem investindo largamente há 8 anos para melhorar e ampliar suas áreas e equipamentos hoteleiros. Recentemente isso ficou mais claro com a mudança total da entrada do hotel, que está lindíssima e mais funcional. Agora chegou a hora do parque aquático, que trará o que há de mais moderno e seguro em termos de atrações de parques mundiais, com fornecedores certificados em relação à segurança e qualidade de seus produtos/serviços.
Cristiano Fiuza – Nossa expectativa é ampliar ainda mais a clientela do hotel e seus flats, com incremento na oferta de produtos e serviços. A diretoria do CTC é atuante e empreendedora, desenvolvendo esses projetos com muita responsabilidade e segurança.

Quantos empregos serão gerados nas obras e vendas de passaportes?
Thiago Martins –
A expectativa, com base em nossos estudos, é de 200 pessoas diretamente e mais de 800 indiretamente. Teremos equipes comerciais nos estados de Goiás, Distrito Federal e Minas Gerais, em cidades que estejam num raio de 300 km de Caldas Novas.
Cássio Nardon – Há várias vagas na equipe comercial. Uma boa oportunidade para aqueles que gostam de aprender e se desenvolver, pois realizamos treinamentos especializados e acompanhamento constante.

Qual o investimento para este novo parque?
Cristiano Fiuza – Estão orçados R$ 12 milhões apenas no processo de retrofit do parque.

Qual a previsão de entrega?
Cássio Nardon – A previsão para as 4 fases é que sejam entregues uma por ano. A primeira – Paris – está prevista para o início de 2021. Depois teremos Nova York, Londres e Amsterdã.

Please follow and like us: