Novo projeto do Pestana Hotel Group contará com novo centro de convenções, área residencial e comercial

O Pestana Hotel Group anunciou ontem, 18/11, que o Pestana Rio Vermelho, em Salvador/BA, reabrirá as portas. O anúncio foi realizado durante uma reunião entre o presidente da rede hoteleira portuguesa, Gustavo Jarussi, o diretor, José Macedo, com o prefeito da capital baiana, ACM Neto.

Após quase três anos fechado, o novo Pestana, além da hotelaria e ampliação do centro de convenções, terá a implantação de um empreendimento residencial, e área comercial composta por restaurantes, academia, coworking e estacionamento. O secretário municipal de Cultura e Turismo de Salvador, Cláudio Tinoco, e os arquitetos Francisco Mota e André Sá apresentaram o conceito geral do projeto de reabertura e desenvolvimento das regiões adjacentes.

“Decidimos reabrir o hotel porque confiamos nesse trabalho de recuperação da cidade e dos estímulos dados à economia e ao turismo por essa gestão municipal. Além disso, o novo Centro de Convenções de Salvador vai ajudar a impulsionar o turismo e isso também foi um fator primordial para nós”, declarou Gustavo Jarussi. 

De acordo com ACM Neto, até fevereiro os detalhes do projeto serão apresentados. ‘’A Prefeitura vai atuar, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), para acelerar todo o processo de liberação de licenças e alvarás, já que trata-se de um investimento importantíssimo para movimentar a economia e o turismo na cidade”, afirmou o prefeito de Salvador.

Benefícios fiscais

Segundo a prefeitura, já foi encaminhado para a Câmara de Vereadores o projeto que beneficia a rede hoteleira com alguns benefícios fiscais, como desconto no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e facilidade no pagamento de débitos através do Programa de Parcelamento Incentivado Especial (PPI). 

De acordo com o texto, os estabelecimentos poderão quitar dívidas tributárias municipais com desconto de até 100% de multa e encargos monetários e poderão ter redução de até 40% do IPTU devido anualmente. Serão contemplados com o desconto no imposto aqueles que apresentarem iniciativas como gastos com inovação, requalificação da infraestrutura e modernização das instalações; gastos com qualificação do quadro de funcionários e aumento do nível de ocupação.

De acordo com o projeto, poderão se inscrever no programa hotéis que estejam com a situação fiscal regularizada ou em regularização, e não possuir outros incentivos fiscais concedidos pelo município. O benefício terá vigência por um período de quatro anos, contados a partir de 2020.