Em fase de construção, empreendimentos em Fortaleza e Ilha do Sol serão geridos pela Hard Rock Hotel


Regulamentado no fim do ano passado, o sistema de multipropriedade atrai cada vez mais atenção de players do setor imobiliário. A Venture Capital Investimentos tem dois empreendimentos em construção, em Fortaleza e Londrina, e outros três projetos em andamento, ainda sem prazo para início das obras.

De acordo com o presidente da VCI S.A., Samuel Sicchierolli, o foco em multipropriedades vem de uma análise do mercado brasileiro, no qual o modelo tradicional de resorts opera com dificuldades. “São 66 resorts e, na prática, 3 são lucrativos. O modelo de hotelaria pura não funciona, o modelo de condo-hotel também fracassou. Portanto, olhando o cenário e analisando o que o consumidor gostaria de ter, apostamos nesse segmento” explica.

Segundo Sicchierolli, a taxa média de ocupação dos resorts é de apenas 47%. “O modelo de multipropriedade é um negócio espetacular porque aumenta a rentabilidade do operador hoteleiro, já que todos os custos do apartamento são bancados pelos proprietários. Hoje, o mercado no Brasil é muito amador, 87% dos hotéis não têm bandeira, então é uma oportunidade de crescimento para as redes hoteleiras”, avalia.

Para os consumidores, a principal vantagem é adquirir um imóvel de luxo para as férias – com serviço de primeira linha – pagando apenas por uma fração da unidade, além da possibilidade de trocar a semana de uso por uma dentre as 4 mil opções de destinos em programas de intercâmbio, como a RCI.

“No Brasil, pouquíssimas pessoas conseguem ter uma segunda residência de R$ 1,5 milhão, então a multipropriedade proporciona esse acesso, e que o comprador possa viajar por 4 mil lugares do mundo tendo apenas o custo pelo uso exato, pelas semanas exatas que vai usufruir. É um modelo super inteligente”, avalia Sicchierolli.

Hard Rock Hotel Ilha do Sol, no Paraná

O empresário alerta para a migração de empresas tradicionais ao modelo de multipropriedade sem o correto registro de incorporação. “Algumas empresas tentam desovar estoque através de multipropriedade sem o registro adequado – precisa de regra de condomínio, contratos e matrículas individuais; poucas empresas fazem todo o processo do fracionado”, explica. Para ele, este é o único risco ao consumidor, que precisa estar atento.

Com capital próprio e mais R$ 334 milhões captados junto a um fundo asiático para financiar os dois resorts em construção, a VCI S.A. executa todas as etapas do projeto, desde a escolha do terreno até a venda das unidades. A gestão cabe à bandeira contratada, que em Fortaleza e Londrina será a Hard Rock Hotel, inaugurando seus serviços no mercado brasileiro.

“A multipropriedade tende a estar em todas as cidades turísticas do Brasil. Olímpia e Caldas Novas pegaram um nicho específico de clientes, por conta da região em que estão, mas a tendência é toda cidade turística ter esse produto. Nossa aposta é essa”, encerra Sicchierolli.


Fonte: Smartus

Please follow and like us: