Segundo apurações da Exame, a rede Madero deve concretizar a compra do parque temático ainda em agosto por algo em torno de R$ 1 bilhão


O parque temático Beto Carrero World, localizado em Penha/SC, deve ter um novo grupo empresarial detentor da marca ainda em agosto, segundo informações da revista Exame. Com negociações já em reta final, a rede de restaurantes Madero deve ganhar a disputa bilionária com o fundo de investimentos Advent, que opera o Wallmart Brasil, e concretizar a compra do parque por algo em torno de R$ 1 bilhão.

Uma das razões apontadas para o balança nas negociações, que iniciaram em novembro de 2018, penderem para a rede Madero foi a entrada do fundo de investimento private equity Carlyle, que injetou R$ 700 milhões na rede de restaurantes em janeiro deste ano, adquirindo 23,3%  do negócio. Após essa negociação, o valor do Madero foi avaliado em R$ 3 bilhões.

A investida marca a entrada do Madero fora do segmento da alimentação. De acordo com a revista Veja, a rede de restaurantes pretende transformar o local em polo turístico, com investimento em infraestrutura e na parte alimentícia do parque. A ideia da empresa é fazer investimentos na casa de 150 milhões de reais, criando um complexo gastronômico, com hambúrguer, churrasco e outros produtos da rede, além de investimento em hotelaria.

Maior parque temático da América Latina, o Beto Carrero recebeu 2,4 milhões de visitantes no ano passado e teve geração de caixa de R$ 119 milhões. Para este ano, porém, a previsão é que haja uma queda desse valor, para R$ 115 milhões. Em abril, o BNDES liberou R$ 50 milhões para financiar expansão do complexo.

Parque nega a negociação

A mãe, o filho e a irmã de Beto Carrero, que morreu em 2008, são os atuais donos do parque. A família decidiu se desfazer do negócio por ter se mudado para os Estados Unidos. Inicialmente, a informação que corria no mercado era que a empresa estava interessada em abrir seu capital.

No ano passado, a empresa havia afirmado que não investiria mais no parque porque tinha perdido a isenção fiscal na cidade. A Câmara de Vereadores de Penha acabou aprovando uma redução do imposto sobre serviços (ISS) de 5% para 3%.

O Beto Carrero World nega as negociações. O parque temático informa que “esta é uma informação improcedente. Não há previsão de qualquer andamento neste sentido’’.