Fundador do Playcenter fala de sua trajetória inspiradora e dos planos para o futuro; CEO do Grupo Cataratas aborda o desafio de unir atrações naturais com visitação, no evento que acontece em Brasília/DF


A história de Marcelo Gutglas, fundador do Playcenter, soma empreendedorismo, oportunidades escondidas e coragem. Como ele partiu de uma vitrola com fichas, seu trabalho de formatura como engenheiro eletrônico, para criar aquele que foi um dos maiores centros de diversão e entretenimento do país? É um pouco dessa sua trajetória de sucesso que os participantes irão vivenciar durante sua palestra no Sindepat Summit, maior evento do país voltado para a indústria de parques e atrações, que acontece em Brasília dias 21 e 22 de agosto. Gutglas vai falar ainda de seus planos para o futuro.

Presidente fundador da Adibra (Associação das Empresas de Parques de Diversão do Brasil) e também do Sindepat (Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas do Brasil), Gutglas esteve em todos os grandes momentos, decisões e desafios do setor. Sempre com uma dose de inovação. Não à toa, recebeu da IAAPA (Associação Internacional de Parques de Diversões e Atrações), em 1999, sua premiação máxima IAAPA’s Meritorious Service Award, pelo pioneirismo e contribuição ao desenvolvimento das associações do setor e da indústria de entretenimento no Brasil.

Do auge de sua experiência, compartilha uma lição. “Nosso negócio é de gente, para gente. Nosso maior ativo são os nossos colaboradores. Engajados, entusiasmados, gerando nos parques e atrações a energia que o público sente e responde”, garante. Ele conta que, em sua iniciação no segmento de parques, a primeira montanha-russa de metal que trouxe ao país funcionou 24 horas seguidas na região do Ibirapuera, em São Paulo. Gutglas se animou e começou a procurar terreno para montar um super parque de diversões na Marginal Tietê. Inaugurado em 1973, o Playcenter foi bem-sucedido desde o início e mudou a história da região.

No Playcenter, Gutglas criou as lendárias Noites de Terror. “Elas se tornaram o auge da visitação”, lembra. Vieram as Playlands, centros de diversão em shopping centers, e os boliches automatizados. Então, depois de 40 anos, chegou o momento de fechar o Playcenter, o que, conta, foi uma decisão estratégica, mas muito sofrida. O nome seguiu positivamente no imaginário nacional para a mais nova aposta de Gutglas, o Playcenter Family, hoje já funcionando no Shopping Aricanduva (SP). E vem mais por aí, que ele vai compartilhar com os participantes do evento.

Parques naturais – Quem também vai falar de seus desafios e conquistas no Sindepat Summit é Bruno Marques, CEO do Grupo Cataratas, principal grupo de turismo sustentável do País, à frente de atrações como Econoronha (PE), Cataratas do Iguaçu, Marco das Três Fronteiras (PR), AquaRio, Paineiras Corcovado e RioZoo (RJ). Como unir atrações naturais e crescimento turístico? Meio ambiente e visitação pública? Esse desafio, de transformar natureza em atração, de forma sustentável e responsável, vai nortear a sua palestra.

“Geralmente, quando chegamos em um novo local, há um ambiente de resistência. Aí a receita na região cresce, colaborador e morador são beneficiados e passamos a ter o reconhecimento dos visitantes e de toda a sociedade local”, conta Marques. Com seus vários empreendimentos ligados à natureza, ele vai mostrar aos participantes do Sindepat Summit que o negócio do Grupo Cataratas é mais do que oferecer infraestrutura e atendimento para uma melhor experiência do visitante. “Nossa missão é reconectar o ser humano à natureza. E com uma maior consciência de conservação”, conta.

Mas a atuação do Grupo Cataratas não se resume aos ambientes naturais. Transformar um prédio abandonado em um centro de visitação com exposição e conhecimento sobre a vida marinha, foi, por exemplo, o desafio por trás do AquaRio, o gigantesco aquário localizado na zona portuária do Rio. A boa notícia é que o grupo está fazendo o mesmo com o zoológico do Rio. “Queremos mudar comportamentos oferecendo sempre um aprendizado, uma experiência”, afirma, dando um gostinho de sua palestra no evento.

Propósito – “Estamos muito felizes por ter palestrantes com tanta experiência e histórias bem-sucedidas para compartilhar com os participantes do Sindepat Summit”, celebra Murilo Pascoal, presidente do Sindepat, que lidera o encontro. “Eles nos ajudarão a cumprir muito bem o propósito do evento, que é inspirar, debater, gerar conhecimento e muito networking por meio de profissionais de sucesso, cases, produtos e inovação”, continua.

O Sindepat Summit acontece dias 21 e 22 de agosto no Centro de Eventos e Convenções Brasil 21, em Brasília. Entre os palestrantes estão referências nacionais e internacionais do setor. Um dos convidados é Jim Pattison, CEO do Pattison Group do Canadá, que, entre outras atrações bem-sucedidas, comanda os museus Ripley’s Believe it or Not e possui mais de 100 atrações em dez países.

Ele vai compartilhar sua história de sucesso com os participantes do evento, assim como Wilson Kontoyanis, do Na Praia, maior parte temático temporário do País, em Brasília; e o diretor comercial do Beto Carrero World, Roberto Vertemati, que vai abordar as estratégias por trás do case Hot Wheels, área recentemente aberta no empreendimento de Santa Catarina.

Inscrições – As inscrições no Sindepat Summit têm condições especiais no segundo lote até 31 de julho. A Latam é a transportadora oficial e oferece tarifas com até 20% de desconto nos trechos nacionais. Também há diárias negociadas com os hotéis do complexo Brasil 21.

Apoiam o evento Adibra (Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil), Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers), Resorts Brasil (Associação Brasileira de Resorts), Adit (Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Brasil) e Aapa (Associação Argentina de Parques e Atrações).

Mais informações no https://sindepat.com.br/summit2019/

Fonte: Comunicação Sindepat

Please follow and like us: