Um dos mais tradicionais grupos hoteleiros do Brasil, a Rede Plaza, planeja uma grande expansão de seus negócios, incluindo o Plaza Vacation Club, em parceria com Live Better Brasil, com projetos de fractional em várias cidades brasileiras e dois no exterior.

Roberto Rotter, da Rede Plaza

Roberto Rotter, da Rede Plaza

Renato Souza, da Live Better Brasil

Renato Souza, da Live Better Brasil

Sidney Machado, da Live Better Brasil

Sidney Machado, da Live Better Brasil

 

O programa Plaza Vacation Club, da Rede Plaza Hotéis, Resorts & Spa, e a empresa em consultoria de tempo compartilhado Live Better Brasil celebram uma parceria de quase dois anos, e com projeções de se tornarem um dos maiores players do mercado nacional de timeshare e fractional.

 
Desde o início do programa de férias, no segundo semestre de 2014, o Plaza Vacation Club, que é afiliado a empresa de intercâmbio de férias Interval International, conta com cinco salas de vendas (Porto Alegre, Blumenau, Florianópolis, Gramado e Camaçari/BA, que é próxima de Salvador) e cerca de 2.300 famílias associadas. O planejamento é que mais seis salas de vendas em seis cidades brasileiras sejam abertas ainda esse ano, para empreendimentos de fractional, e ainda há projetos para o exterior, na Argentina e Uruguai.

 
O sócio-diretor da Live Better Brasil, Renato Souza, conta que a parceria entre a consultoria em tempo compartilhado e a Rede Plaza está sendo muito frutífera para ambos, com o Plaza Vacation Club tornando-se comercializador de produtos fracionados de terceiros, com administração hoteleira da grife Plaza.

 
“Juntamos a inovação da Live Better Brasil e a tradição de hotelaria e administração da Rede Plaza”, afirma Souza. Ele explica que a consultoria fará toda a estruturação jurídica e financeira, estudos de mercado, comercialização, pós-vendas, CRM (customer relantionship management) e a Rede Plaza ficará responsável pela gestão dos empreendimentos hoteleiros.

 
“Hoje quando investidores veem a tradição e a solidez de um grupo como o Plaza, com 58 anos, ficam muito mais tranquilos em fazer parceria conosco”, diz o diretor da Live Better Brasil. “Assim, empreendedores, proprietários de hotéis e empresários vêm nos procurando para futuros lançamentos”.

 
Alto padrão e valores altos
De acordo com Renato Souza, “os seis projetos no Brasil e dois no exterior serão todos de alto padrão, pensados nos mínimos detalhes e escolhidos pela diretoria do Plaza, Roberto Rotter e Antônio Malta, e o presidente do conselho, Carlos Schmidt”.

 
“Estamos falando de um VGV (valor geral de vendas) acima dos R$ 800 milhões, com grupos fortes, sendo duas grandes construtoras e um grande investidor”, revela Souza.

 
O diretor executivo da Rede Plaza, Roberto Rotter, conta que o planejamento é para que todos sejam lançados ainda esse ano.

 
Além dos projetos na Argentina e Uruguai, o diretor da Live Better Brasil adianta as localidades dos empreendimentos no Brasil: Gramado/RS, “o Le Vert Plaza, um alto padrão totalmente diferente de tudo na serra gaúcha”; também em Canela/RS; em Garibaldi/RS, o Garibaldi Terroir Plaza, um hotel boutique com ofurôs em todos quartos; Capão da Canoa/RS; em Curitiba; e um no sul da Bahia.

 

Aumento da ocupação hoteleira

Plaza Porto Alegre

Plaza Porto Alegre

 

Antes de expandir a marca com o seu vacation club, a Rede Plaza já era um dos mais tradicionais grupos hoteleiros do Rio Grande do Sul, com clientes fidelizados, mas resolveu apostar na indústria de tempo compartilhado há cerca de dois anos, com o lançamento do Plaza Vacation Club.

 
O diretor da Rede Plaza, Roberto Rotter, conta que o grupo já acompanhava os acontecimentos do mercado, mas antes não sentia que era o momento. “O mercado era incipiente”, diz Rotter. “Não havia segurança jurídica nem segurança para o empreendedor”.

 
De acordo com o diretor da Rede Plaza, o objetivo do grupo era maximizar a ociosidade da hotelaria com esse novo segmento de negócio. “Aumentamos dez pontos percentuais a ocupação dos hotéis com o vacation club”, revela Rotter.

 
Rotter diz que o sucesso do Plaza Vacation Club era esperado, “pois é um grupo de tradição, com expertise em hotelaria, com ótimos empreendimentos em várias atrativas cidades (Porto Alegre, Blumenau, Florianópolis, Caldas da Imperatriz/SC,
Itapema/SC e Camaçari/BA)”.

 

Especialista em salas off site

Bahia Plaza Resort, em Camaçari

Bahia Plaza Resort, em Camaçari

A Live Better Brasil nasceu da vontade de seus sócios de produzirem algo diferente no mercado de tempo compartilhado. “Sempre via o mais do mesmo aqui no Brasil”, recorda Renato Souza.

 
E a consultoria se especializou em salas de vendas urbanas (off site) com o Plaza Vacation Club. A primeira sala de vendas do programa de férias foi em Porto Alegre, no Plaza São Rafael Hotel e Centro de Eventos, ou seja, um hotel com público mais executivo. Porém, como explica Sidney Machado, sócio-diretor da Live Better Brasil, os prospects são os próprios moradores da cidade.

 
“Nós fechamos parceiras com locais de níveis classe média alta, como restaurantes e teatros, e assim convidamos as famílias para assistirem a apresentação”, conta Machado. Ele também faz questão de frisar que não existe captação nos hotéis ou nas ruas para as salas de vendas, exceto em Gramado. Por conta disso, as salas de vendas também são menores e com menos consultores. “Nós temos em média dez famílias convidadas por noite, com uma eficiência de 31%”.

 
Machado conta que por trabalhar com moradores da própria cidade as vendas são mais difíceis, tendo que ser menos emocionais e mais racionais. “Quando as salas de vendas são em destinos turísticos o público já está pensando em férias”, afirma. “O nosso público está na vida normal, não está pensando em férias. Devemos colocar a vontade de viajar nele”.

 
Segundo Renato Souza, este é “um novo conceito, sem vendas sob pressão, onde a pessoa que vende dá assistência ao comprador, sem salas de vídeos, mais interatividade e tecnologia”.

 
Souza conta que foi feito um treinamento com todos os colaboradores dos hotéis mostrando a importância dos clientes vacation club. Além da Central de Relacionamento com o Cliente que instiga o uso rápido do produto pela família que acabou de adquiri-lo.